Diário das Gêmeas paulinenses atinge um milhão de inscritos e é um sucesso Diário das Gêmeas paulinenses atinge um milhão de inscritos e é um sucesso
Diariamente, o Canal das youtubers mirins, Kemily e Kevelyn, recebe cerca de 4 mil inscrições Aparentemente elas se parecem com qualquer menina da idade... Diário das Gêmeas paulinenses atinge um milhão de inscritos e é um sucesso

Diariamente, o Canal das youtubers mirins, Kemily e Kevelyn, recebe cerca de 4 mil inscrições

Aparentemente elas se parecem com qualquer menina da idade delas. Adoram brincar, vão à escola do bairro onde moram, em Paulínia (SP), fazem aulas de inglês etc. Mas quem conhece e acompanha as pequenas Kemily e Kevelyn,  de apenas nove anos de idade, sabe do fenômeno que elas se tornaram e o sucesso que fazem no mundo infantil, principalmente na internet.

Com o jargão: “Olá, meninas! Eu sou a Kemily; Olá, meninos!Eu sou a Kevelyn” elas abrem os vídeos que publicam no canal que possuem no YouTube chamado Diário das Gêmeas, que registra o cotidiano das duas, com muitas brincadeiras e vivências da infância, bem como novelinhas e personificação de temas comuns à faixa etária.

Segundo o pai, André Luis Camargo, a ideia surgiu quando ele e sua esposa, Kendy, perceberam que as meninas gostavam de assistir outros canais e, enquanto brincavam,elas fingiam que falavam para câmera como se estivessem gravando vídeos, até que um dia elas pediram para o pai criar um canal exclusivo para elas.

“Dei uma pesquisada e usei uma conta minha que utilizava para ouvir músicas e fiz um canal. Na hora inventei o nome, colocando ‘Diário das Gêmeas’. Nem foto de perfil tinha, mas queria que elas ficassem felizes por terem um canal”, relata o pai.

“Quando elas chegaram da escola mostrei a elas a novidade, elas começaram a pular de alegria, e imediatamente queriam gravar um vídeo. Mas cadê a câmera? Então usamos um celular muito ruim com câmera de péssima qualidade, e gravamos um vídeo fazendo um bolo nega maluca que nunca foi ao ar, de tão ruim que o vídeo ficou”, relembra Camargo.

“Como vi que o interesse delas era real, comprei uma câmera para começarmos a gravar, mas no quarto vídeo a câmera caiu e quebrou, então ficamos quatro meses sem gravar até que conseguimos comprar outra, já que não compensava arrumar aquela. Fomos gravando e aprendendo a lidar com aquela novidade, eu as ajudava, porque elas tinham apenas sete anos e nem dentinhos tinham direito, e o público foi aceitando e gostando delas, e a gente foi melhorando a cada dia. Os inscritos foram pedindo mais vídeos e o canal crescendo cada vez mais”, relata o pai que, junto com a mãe, participam de alguns vídeos das meninas.

Hoje o canal conta com mais de um milhão de inscritos e alguns vídeos ultrapassaram a casa de cinco milhões de visualizações.

Kemily e Kevelyn esperam ansiosas pela placa comemorativa com o botão de ouro do YouTube, que é concedida aqueles que chegam ao rol de 1 milhão de inscritos no canal.

Se continuar neste ritmo, o Diário das Gêmeas promete e quem sabe alcançarão um dia a tão almejada placa de diamante, que é oferecida para aqueles que atingem 10 milhões de inscritos – esta é a mais alta recompensa que existe para mostrar que você é um dos maiores criadores de conteúdo do YouTube.

As gêmeas Kemily e Kevelyn sonham em ser professoras quando crescerem, o que inconscientemente já fazem por meio dos vídeos que instruem e divertem milhões de pessoas.

Serviço

Canal no Youtube

 

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *