Fábrica de tecnologia na região de Campinas deve gerar 800 empregos Fábrica de tecnologia na região de Campinas deve gerar 800 empregos
Parceria comercial da empresa Qualcomm com a USI vai resultar na construção de fábrica de alta tecnologia e geração de empregos no Estado A... Fábrica de tecnologia na região de Campinas deve gerar 800 empregos

Parceria comercial da empresa Qualcomm com a USI vai resultar na construção de fábrica de alta tecnologia e geração de empregos no Estado

A região de Campinas vai receber a nova fábrica de componente eletrônico de alta tecnologia da Qualcomm. A joint-venture, modelo estratégico de parceria comercial, com a USI, vai promover cerca de 800 empregos. A assinatura aconteceu nesta segunda-feira (5), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

“Ajude o Portal Novidade a crescer, dê um click nos banners de publicidade”

“Tudo o que Brasil precisa é investimento, prova de confiança no país e em São Paulo, 200 milhões de dólares, depois emprego, que é o grande desafio do mundo moderno. Então, empregos extremamente necessários, importantes numa área estratégica. E, depois, inovação, a vanguarda do conhecimento, da inovação. Esse é a grande ferramenta do desenvolvimento do nosso tempo”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Para o vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Ciência Tecnologia e Inovação, Márcio França, a assinatura é muito importante para São Paulo e para o Brasil.

“É a primeira grande empresa de condutores que vai se instalar no Estado de São Paulo, uma empresa que vai gerar 800 empregos de alta qualidade. Nós vamos disputar com os principais países do mundo, os semicondutores de alta tecnologia. A Qualcomm é uma das maiores do mundo, a USI também, e essa parceria vai reforçar a região de Campinas”, explicou.

Em março de 2017, a empresa já tinha assinado um contrato milionário que prevê investimento de 200 milhões de dólares (R$ 600 milhões) na indústria de semicondutores no Estado.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *