Hortolândia: Exposição sobre tropeirismo continua em cartaz no Centro de Memória Hortolândia: Exposição sobre tropeirismo continua em cartaz no Centro de Memória
Visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30 Quem perdeu o lançamento da exposição “Hortolândia: de trilha, passagem para tropeiros... Hortolândia: Exposição sobre tropeirismo continua em cartaz no Centro de Memória

Visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30

Quem perdeu o lançamento da exposição “Hortolândia: de trilha, passagem para tropeiros e os ventos nos levam ao rodeio”, realizado pela Prefeitura no último domingo, no Centro de Memória “Professor Leovigildo Duarte Junior”, ainda pode conferir a mostra. A exposição continua em cartaz, de segunda àa sexta-feira, das 9h às 16h30. O Centro de Memória está localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O espaço ocupa o prédio, restaurado pela Prefeitura, onde funcionava a antiga Estação Ferroviária Jacuba.

>> Ajude o Portal Novidade a crescer, dê um click nos banner’s de publicidade dos nossos parceiros<<

Escolas e entidades podem agendar visitas monitoradas. Para isso, basta ligar no próprio Centro de Memória, no telefone 3865-2678. A exposição também pode ser visitada no último fim de semana de cada mês, quando o Centro de Memória abre para o público. Por conta de o lançamento ter sido no último domingo, o espaço não abrirá no último fim de semana deste mês. De acordo com a Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, a exposição ficará em cartaz até dezembro.

Estão expostas fotos antigas, materiais e objetos relacionados ao tropeirismo. O título da exposição faz referência a um trecho do primeiro verso do Hino de Hortolândia. O tropeirismo influenciou a formação histórico-cultural do município.

Na exposição, a população também conhecerá curiosidades. De acordo com a pesquisa feita pela Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, no século 19, quando Hortolândia se chamava Jacuba, a cidade serviu de ponto de parada para tropeiros. O Centro de Memória reúne acervo sobre a história do município e dispõe de videoteca, biblioteca, mapoteca, fototeca e terminal de consulta digital. l 6620

 

 

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *