Hortolândia: Grito Cultural terá show de rap com cantor Thaíde, domingo (24/6) Hortolândia: Grito Cultural terá show de rap com cantor Thaíde, domingo (24/6)
Evento será na rua João Alves, 228, no Jardim Adelaide, a partir das 14h Os admiradores da música rap podem dar uma passada no... Hortolândia: Grito Cultural terá show de rap com cantor Thaíde, domingo (24/6)

Evento será na rua João Alves, 228, no Jardim Adelaide, a partir das 14h

Os admiradores da música rap podem dar uma passada no Grito Cultural para conferir o show do rapper Thaíde, neste domingo (24/06), a partir das 14h, na rua João Alves, 228, Jardim Adelaide. O evento, realizado pelo Ponto de Cultura Caminhos, busca valorizar e reconhecer a cultura afro-brasileira. Realizado há 13 anos, com apoio da Prefeitura, o Grito Cultural se tornou tradição no município por reunir diversas atrações num único espaço.

—>>“Dê um click nos banners de publicidade dos nossos parceiros e ajude o Portal Novidade a crescer”<—

O cantor Thaíde promete deixar o público eufórico ao cantar músicas de rap e black music. Nas suas letras, fica evidente o orgulho de promover a cultura afro-brasileira e mostrar o modo de vida das pessoas que moram na periferia. A rapper é conhecido por canções como “Que Tempo Bom” e “Apresento meu Amigo”.

Além do show, haverá o concurso Miss Beleza Negra para escolher a mulher mais bonita e com melhor performance na passarela no Grito Cultural 2018. O concurso tem o objetivo de valorizar e aumentar a autoestima da mulher. O grupo Oju Oba abrirá o desfile com uma apresentação de dança. A mulher da raça negra mais bonita de Hortolândia será coroada no final do evento.

Os cantores de samba e pagode animarão o evento com a participação no projeto “Conversa de Butiquim no Terrero de Mainha”. A black music também estará em evidência no Grito Cultural, com a apresentação do Dj Bira e o Dj Tremendão, para embalar os admiradores do estilo musical, em um grande baile de rua.

A abertura do Grito Cultural ficará por conta do Cortejo Cultural. Serão montadas duas tendas no local, onde diversas atividades serão realizadas ao longo do dia. O público poderá degustar comidas e petiscos de boteco afro, comercializados pela ONG. As pessoas que forem com a ideia de consumir produtos de artesanato, moda, cosméticos e culinária afro, poderão adquirir as mercadorias nas barraquinhas do evento. Artistas e fazedores de cultura se apresentarão no palco do Grito Cultural. As roupas e penteados que são tendência no mercado da moda afro serão apresentados durante o desfile. O evento reservará um espaço para homenagear personalidades negras de destaque no município no ano de 2017.

Segundo o Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, o tema “Territorialidade e Resistência”, abordado no Grito Cultural, visa mostrar sobre o território como um legado de preservação cultural e uma história de luta e resistência.

O Grito Cultural foi criado com o objetivo de apresentar diversas manifestações da cultura afro-brasileira, por meio de ritmos e dança, cultura de tradição, moda e beleza étnica, culinária, literatura, cultura de rua, hip-hop, artistas independentes, entre outros movimentos voltados a cultura afro. O evento também tem a proposta de fortalecer o Setor de Igualdade Racial, além de valorizar e reconhecer a cultura afro-brasileira.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *