Indaiatuba informa que prazo para retirada dos cartões de pesagem é até 15 de outubro Indaiatuba informa que prazo para retirada dos cartões de pesagem é até 15 de outubro
A Prefeitura, por meio da Secretaria da Família e do Bem Estar Social, informa que o prazo de retirada dos cartões para a segunda... Indaiatuba informa que prazo para retirada dos cartões de pesagem é até 15 de outubro

A Prefeitura, por meio da Secretaria da Família e do Bem Estar Social, informa que o prazo de retirada dos cartões para a segunda pesagem do ano será até o dia 15 de outubro. Os beneficiários do Programa Bolsa Família que possuem crianças de 0 a 7 anos e mulheres de 14 a 44 anos devem retirar os cartões no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua residência ou no Paço Municipal.

As famílias residentes no bairro Campo Bonito devem retirar o cartão de pesagem no Cras do Campo Bonito até 5 de outubro, após esta data os cartões retornarão para retirada na Prefeitura, conforme carta enviada aos beneficiários.

Após a remoção do cartão é necessário ir a uma unidade de saúde com a carteira de vacinação, cartão do SUS e o cartão de pesagem. A própria unidade de saúde repassa os dados para a gestão do Programa Bolsa Família. Esse é um dos compromissos que as famílias devem cumprir para manter o benefício.

A pesagem é realizada semestralmente, visando ampliar o monitoramento e aprimorar o serviço aos beneficiários, aliando o acompanhamento de condições de saúde. As famílias dentro do perfil receberam o comunicado da pesagem, mas é importante ressaltar que é preciso manter o cadastro atualizado para receber as informações pelo correio, sendo que para deixar em dia o recebimento do benefício as famílias precisam ter o compromisso com a saúde e educação, assim como manter o cadastro atualizado.

De acordo com o Cadastro Único 2.551 famílias devem realizar a pesagem nas Unidades de Saúde. Em 2017, Indaiatuba alcançou o índice de 87% do monitoramento na saúde e a gestora municipal do Programa Bolsa Família e Cadastro Único, Marcela Buono, ressalta que esse número é resultado do trabalho de descentralização dos serviços que começou em 2012.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *