Mercado de beleza permanece aquecido e redes abrem mais de 50 unidades Mercado de beleza permanece aquecido e redes abrem mais de 50 unidades
Até o momento, redes faturaram mais de R$ 3 milhões. A expectativa é de fechar 2018 com 94 pontos O mercado de beleza projeta... Mercado de beleza permanece aquecido e redes abrem mais de 50 unidades

Até o momento, redes faturaram mais de R$ 3 milhões. A expectativa é de fechar 2018 com 94 pontos

O mercado de beleza projeta finalizar 2018 com um crescimento de 7,5%. De acordo com dados fornecidos pela ABIHPEC, Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, o faturamento anual saltará para R$ 118,2 bilhões. Reflexo deste bom momento de recuperação econômica, a Universal Franchising aproveita para investir em suas marcas de beleza: A BeautyB, especializada em unhas Express, e a Depile-se, rede de depilação com ceras diferentes que ajudam a hidratar a pele.

Desde março deste ano até agosto, a empresa abriu 23 clínicas de estética. Ao todo, são 52 franquias espalhadas por 20 estados brasileiros e que juntas, faturaram mais de R$ 3 milhões no período. “Normalmente negócios voltados para prestação de serviços tendem a ser mais lucrativos. No caso do segmento de estética é possível agregar bastante valor ao serviço prestado, fazendo com que a relação de custo de insumos e mão de obra sejam pequenos em relação ao preço cobrado. Consequentemente, trazem maior rentabilidade”, conta Renata Galante, diretora comercial das redes.

Apenas neste mês, abriram pontos de Depile-se e BeautyB no Distrito Federal, em Cabo Frio, Arurama, Macaé e Barra da Tijuca (no Rio de Janeiro) e em São Paulo, no Bairro de Santana. A empresa também lançou recentemente a linha AME, com maquiagens e cosméticos comercializados em todas as unidades da rede. Cléo Ramos é a responsável pela operação da BeautyB na Barra da Tijuca. De acordo com ela, interesse em fazer o investimento no mercado de beleza surgiu por se tratar de um ramo promissor e que está em amplo crescimento. “É uma necessidade feminina e também está em alta entre os homens. Tive mais segurança em investir em beleza, do que no mercado têxtil, por exemplo”.

Marjorie Carvalho abriu seu ponto recentemente em Vicente Pires, no Distrito Federal. Ela largou a carreira em comunicação em marketing para investir no setor. “As pessoas estão mais preocupadas em se cuidar esteticamente. Com atendimento de qualidade, serviços inovadores e preço justo só pode dar certo. Estamos confiantes”. Já as sócias Maitê Brum e Silvania Moura pesquisaram por diversos segmentos e constatarem que o mercado está em uma crescente. “Os números, mesmo diante de uma crise econômica, continuavam otimistas. Além disso, é um mercado com o qual nós temos mais afinidade. Ter a possibilidade de trabalhar elevando a autoestima das mulheres é realmente gratificante”, finaliza Maitê.

 

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *