Uso da Realidade Virtual avança e amplia mercado de atuação Uso da Realidade Virtual avança e amplia mercado de atuação
Atenta aos interesses dos jovens, Microcamp inclui módulo específico de VR em seu curso de Design de Games Realidade Virtual Trabalhar com Realidade virtual pode... Uso da Realidade Virtual avança e amplia mercado de atuação

Atenta aos interesses dos jovens, Microcamp inclui módulo específico de VR em seu curso de Design de Games Realidade Virtual

Trabalhar com Realidade virtual pode ser uma ótima opção para quem está em busca de uma carreira promissora. Com o seu poder de criar uma experiência imersiva através do uso de óculos que fazem a pessoa se sentir em outro lugar ou vivendo coisas que, de fato, não existem, e sua atuação em diferentes áreas, esta tecnologia promete revolucionar as novas gerações.Dominar essa tecnologia, portanto, significa também ter um campo de atuação amplo. E é essa oportunidade que a rede de escolas de informática quer oferecer a seus alunos ao incluir um módulo específico de Realidade Virtual em seu curso de Design de Games.

“Ajude nosso Portal a crescer, dê um click nos banners de publicidade”

Com esta atualização, o curso de Design de Games da Microcamp ficou dividido em quatro blocos de seis meses cada um, totalizando 13 módulos, com duração de dois anos. O bloco de Realidade Virtualtem como foco a criação de jogos em VR para PlayStation 4, X-BoxOne, PC e dispositivos mobile com a UnrealEngine 4.

“Se levarmos em consideração que o Brasil é o quarto maior consumidor de videogames do mundo, isso torna o mercado de trabalho para profissionais desta área bastante promissor”, calcula o coordenador Helder Hidalgo, responsável pelo desenvolvimento do curso de Design de Games da Microcamp.

Embora grande parte dos profissionais desta área trabalhe no ramo do entretenimento, criando jogos para computadores, videogames, redes sociais, celularesetc; outros setores estão em crescimento e cada vez mais ganhando espaço em empresas de desenvolvimento de games. São eles: jogos educacionais, simulações médicas, de operação de equipamentos complexos, jogos feitos para empresas, como peças de marketing; e simulação de negócios, utilizada em treinamentos. Outra opção de carreira que está em alta para designers de games, conforme o Helder Hidalgo, é o desenvolvimento de conteúdos e aplicativos para celulares e tablets.

O coordenador ressalta ainda que além do mercado nacional, cada vez mais as agências de desenvolvimento de jogos estão desenvolvendo games para outros países. “Acontece ainda dos profissionais brasileiros serem requisitados para atuarem em outros países, como foi o caso de um aluno da Microcamp que foi convidado para trabalhar numa empresa canadense”, exemplifica.

Cursos complementares

Mas além da Realidade Virtual, um conceito bastante parecido está se desenvolvendo paralelamente e chamando a atenção da mesma maneira: o da Realidade Aumentada. Ele traz ao nosso mundo, elementos que não existem. Assim, pela lente dos óculos, a pessoa vê projeções de objetos, planilhas e uma infinidade de outros objetos com os quais é possível interagir de diferentes maneiras.

“A proposta da realidade aumentada é trazer elementos digitais para o nosso cotidiano. Por exemplo, quando a pessoa olhar para a janela da sala de sua casa, é possível projetar informações do tempo”, explica o coordenador da Microcamp.

De olho nesse mercado, Helder acrescentou ainda quatro cursos complementares intensivos de oito horas cada, no cronograma do curso Design de Games da Microcamp, incluindo o de Realidade Aumentada. “Como o objetivo era oferecer um curso completo para atender as necessidades dos jovens visando sua formação profissional nesta área, acrescentamos Realidade Aumentada, Impressão 3D, Monetização e Jogos 2 D.Dessa forma o aluno se qualifica em cinco áreas e recebe cinco certificações”, ressalta.

Sobre a Microcamp

A Microcamp é a principal rede de escolas de informática e inglês no Brasil, com 75 unidades espalhadas por todo o pais. Foi a escola pioneira na popularização do ensino de informática no Brasil e desde sua fundação, em 1977, já formou mais de 1,5 milhão de alunos.

Oferece os principais cursos na área, desde o básico de informática, passando pelo Hardware, Web Design, TI e o mais recente de Desenvolvimento de Games.

A marca integra o Grupo MC, do qual fazem parte também as escolas McTech (cursos de informática na plataforma Apple) e os cursos de inglês I Do.

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *