Yoga ajuda alunos a aliviar stress do vestibular em escola estadual de São Paulo Yoga ajuda alunos a aliviar stress do vestibular em escola estadual de São Paulo
Prática indicada por professora de Educação Física faz parte de aulas em unidade de Rio Preto; movimentos melhoram a autoestima e concentração Uma vez... Yoga ajuda alunos a aliviar stress do vestibular em escola estadual de São Paulo

Prática indicada por professora de Educação Física faz parte de aulas em unidade de Rio Preto; movimentos melhoram a autoestima e concentração

Uma vez por semana, alunos da E.E. Profª Amira Homsi Chalella, em São José do Rio Preto, dão uma pausa na rotina intensa de estudos. Por outro lado, exercícios de  respiração e flexibilidade estão na lista da aula de yoga adotada pela unidade como estratégia para aliviar o stress do vestibular. Neste semestre, 30 alunos da 3ª série do Ensino Médio participam da prática por sugestão da professora de Educação Física, Ligia Paraboli.

Durante a sessão de uma hora e quinze, os jovens realizam movimentos que, além do fortalecimento físico, melhoram a autoestima, autoconfiança, atenção, concentração e foco. A meta é que a diferença seja sentida dentro e fora da sala de aula. Para isso, todos passaram por testes para medir os níveis de ansiedade antes do projeto começar.

Segundo o instrutor Carlos Meneguette, mesmo com pouco tempo, as mudanças já aparecem. “As diferenças são psicofísicas. Já é possível notar uma melhora no nível de concentração e relaxamento. A prática da yoga prepara o aluno física e mentalmente, proporciona calma e maior clareza na resolução de problemas”, explica.

Mudanças no vestibular

No início do mês, a Fuvest –  responsável pelo vestibular da Universidade de São Paulo –  anunciou uma mudança da lista de livros obrigatórios e o calendário 2018. “Capitães da Areia” clássico de Jorge Amado deu lugar à “ Minha vida de menina”, de Helena Morley. Completam a lista “Iracema” (José de Alencar), “Memórias póstumas de Brás Cubas” (Machado de Assis), “O Cortiço” (Aluísio Azevedo), “A cidade e as serras” (Eça de Queirós), “Vidas secas” (Graciliano Ramos), “Claro Enigma” (Carlos Drummond de Andrade), “Sagarana” (Guimarães Rosa) e “Mayombe” (Pepetela).  A prova da primeira fase está marcada para 26 de novembro.

 

Nenhum comentário até o momento.

Seja o primeiro a deixar comentários abaixo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *