Especialistas de 15 entidades debatem segurança viária em Hortolândia nesta sexta-feira (26/05) Especialistas de 15 entidades debatem segurança viária em Hortolândia nesta sexta-feira (26/05)
Seminário organizado pela Prefeitura será na Câmara Municipal e reunirá deputados, vereadores e outros especialistas em trânsito A Prefeitura realiza, nesta sexta-feira (26/05), das... Especialistas de 15 entidades debatem segurança viária em Hortolândia nesta sexta-feira (26/05)

Seminário organizado pela Prefeitura será na Câmara Municipal e reunirá deputados, vereadores e outros especialistas em trânsito

A Prefeitura realiza, nesta sexta-feira (26/05), das 9h às 17h, o I Seminário de Segurança Viária. O objetivo da ação é transformar Hortolândia cidade referência em segurança viária. O evento, organizado pela Secretaria de Mobilidade Urbana, será no plenário da Câmara Municipal, localizada na Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, no Parque Gabriel. O seminário é voltado a autoridades e especialistas no tema.

Representantes de 15 entidades relacionadas a trânsito e transporte confirmaram presença, dentre elasDetran/SP (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo), Fórum Paulista de Secretários de Transporte e Trânsito, Observatório Nacional de Segurança Viária, Movimento Paulista de Segurança no Trânsito eEMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo), bem como deputados, vereadores, secretários municipais e o procurador do Ministério Público Federal, Áureo Marcus Makiyama Lopes.

A proposta é, durante o Seminário, criar o Grupo de Segurança Viária da Cidade, a ser composto por representantes da comunidade e do Poder Público e que terá como responsabilidade discutir, mensalmente, ações de prevenção de acidentes e mortes no trânsito.O evento acontece em meio à campanha Maio Amarelo, com diversas ações de educação para o trânsito, e logo após a Administração realizar Audiência Pública e 23 reuniões plenárias para ouvir o que a população pensa e sugere nas áreas de trânsito e transporte.

Na pauta do evento estão a apresentação da Secretaria de Mobilidade Urbana e seus projetos, bem como o debate sobre a Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011-2020 – ações em andamento; O que podemos fazer por um trânsito mais seguro? e Os acidentes de trânsito e suas consequências.

Hortolândia registrou, em 2016, 25 mortes no trânsito. A maioria das vítimas, 23, eram homens e duas, mulheres. Deste total, 14 pessoas morreram no próprio local do acidente e 11, após atendimento na rede pública de saúde. Doze mortes foram em vias municipais e 13 em rodovias estaduais que cruzam o município. Na rodovia jornalista Francisco Aguirre Proença, a SP-101, foram oito vítimas. A maior parte dos acidentes com mortes, num total de nove, envolveu motocicletas.

“Nossa intenção com este seminário é dizer que a questão da segurança viária não diz respeito apenas à Secretaria de Mobilidade Urbana, mas às demais secretarias da Prefeitura, tais como Educação, Ciência e Tecnologia, Saúde e Segurança. Precisaremos envolver a Prefeitura como um todo, mas não só. É preciso envolver toda a sociedade, inclusive levando o tema para as CIPAs (Comissões Internas de Prevenção de Acidentes), porque podem acontecer acidentes enquanto o trabalhador se desloca até o local de trabalho. Por isso, chamamos para este debate tantas entidades envolvidas com a questão do trânsito”, explica Atílio Pereira.

Desde a criação da Secretaria de Mobilidade Urbana, a Prefeitura promove ações para a segurança viária, tais como reforço da sinalização nas ruas; atividades de educação para o trânsito; ampliação da presença de agentes de trânsito nas ruas; realização do movimento Maio Amarelo e busca de recursos financeiros para ampliar a malha viária para ciclistas, organizar estacionamento em vias públicas, padronizar calçadas para garantir o ir e vir seguro de pessoas com restrição de mobilidade, entre outros.

 

 

  • Jose

    26 de maio de 2017 #1 Author

    Como quer ter segurança no trânsito, se as vias é tudo mal construída, não tem sentido nenhuma das obras de trânsito na cidade implantado a meses atrás só piorou a mobilidade, quem vem de fora andar na cidade se perde e tem grande risco de acidente.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *